Marca Maxmeio

Página inicial » Notícias
16 de setembro de 2020

ATACANTE POTIGUAR MANTÉM EVOLUÇÃO NO PALMEIRAS

Utilizado por Vanderlei Luxemburgo nas últimas três partidas do Palmeiras, Gabriel Veron vive expectativa de ganhar mais espaço na equipe. Em evolução física, ele vem recebendo a oportunidade de jogar mais minutos desde o seu retorno ao time, há dez dias, e nesta quarta-feira é opção para o sistema ofensivo alviverde contra o Bolívar, às 21h30, em La Paz, pela Libertadores da América.
 
Se entrar em campo pela partida que marca a retomada palmeirense na competição sul-americana, o atacante fará o quarto jogo consecutivo e assim igualará sua maior sequência em jogos oficiais em 2020 - ele atuou contra Mirassol, Guarani, Santos e Tigre (Argentina), de fevereiro a março.
 
Desde seu retorno, Veron tem ganhado mais tempo de jogo. Contra o Bragantino, no dia 6, o atacante entrou em campo aos 20 minutos do segundo tempo e foi decisivo: um gol e uma assistência na vitória alviverde por 2 a 1.
 
No Dérbi, no dia 10, ele saiu do banco aos 15 minutos do segundo tempo e, pouco depois, marcou o segundo gol do triunfo palmeirense por 2 a 0.
 
No último domingo, contra o Sport, Luxa voltou do intervalo com Gabriel Veron na vaga de Wesley. Foi no empate em 2 a 2 que o atleta de 18 anos teve mais minutos em campo.
– Busco sempre ajudar a equipe de alguma maneira. Graças a Deus os gols têm saído. Fico muito feliz com isso, de poder contribuir com o time – disse o atleta, por meio de sua assessoria de imprensa.
 
Nesta quarta-feira, Gabriel Veron é opção para um setor ofensivo desfalcado contra o Bolívar. Luiz Adriano e Lucas Lima viajaram com a delegação para La Paz, mas não ficarão nem no banco. Há uma preocupação do clube com o desgaste de alguns jogadores.
 
O Verdão pode jogar com Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Bruno Henrique (Ramires), Gabriel Menino, Zé Rafael e Raphael Veiga; Wesley e Willian.
 
Recuperado da lesão muscular que o afastou dos gramados por mais de um mês, Veron tem recebido atenção especial da comissão técnica justamente por causa das características de velocidade e de explosão física e também para minimizar o risco de nova lesão.
 
Eleito o melhor atleta sub-17 do mundo no ano passado, o atacante tem experiência internacional na curta carreira. Além do título com a Seleção em 2019, ele foi bicampeão mundial de clubes com o time sub-17 do Verdão, em 2018 e 2019.
 
Nesta temporada, o camisa 27 foi utilizado por Vanderlei Luxemburgo na estreia da Libertadores. Contra o Tigre, na Argentina, ele entrou na vaga de Luiz Adriano no segundo tempo da vitória alviverde por 2 a 0. Os palmeirenses têm 100% de aproveitamento no Grupo B da competição sul-americana.
 
Por: Globo Esporte
Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

BLOGS

FOTOS